31 de janeiro de 2010

colecções

Tudo se pode coleccionar com estilo...
...borrachas,
molas,
linhas....

selos

Por causa da exposição "selos portugueses no oriente", no Museu do Oriente, fui redescobrir a minha muito esquecida mas adorada colecção de selos. Comprometi-me a nunca mais voltar a passar tanto tempo sem olhar para ela, e desse propósito nasceu uma ideia para decorar as paredes cá de casa... depois mostro aqui.

27 de janeiro de 2010

muito frio



"Menino do cobertor", Lauro Corado, Museu Grão Vasco

Surpreendente este bebé, embrulhado num cobertor de papa.

frio




Estas luvas tricotadas, muito em voga no início do século XIX, nos Estados Unidos da América, rezam assim:

"One thing you must not borrow nor never give awayX
For he who borrows trouble will have it every dayX
But if you have a plenty and more then you can bearX
It will not lighten yoursXX
if others have a shareX
You must learn to be contented then will your trouble ceaseX
And then you may be certain that you will live in peaceX
For a contented mind is a continual feast."

...Conselhos sábios para ter "à mão"!

20 de janeiro de 2010

em espera

Há uns meses atrás, passei boa parte do tempo que deveria ter utilizado para actualizar o meu blog a admirar tecidos que se vendem por este mundo fora. Claro que, aqui e ali, fui caindo (muito...) em tentação, formando, aos poucos, um stash lindo de se ver, mas sem destino concreto à vista. Sugestões (e encomendas) são bem vindas!

luz

O nosso escritório to be vai precisar de luz... tentando fugir ao eixo IKEA-area-caríssimos antiquário de S. Bento, procurei muito mais a norte e descobri a L de luz, no Porto, com estes belíssimos exemplares, a preço simpáticos, a avaliar pelos que se praticam por aqui. Vejam e desejem ter um, ou mais, como eu!




inspiração

Se eu tivesse que ser fã n.º 1 de alguém em matéria de "torcidos e tremidos" (como diria o J.) seria da designer e pintora Anna Maria Horner. Gosto incondicionalmente de tudo o que faz, dos padrões vaporosos e cores vibrantes dos tecidos que desenha, aos seus encantadores moldes de vestidos, almofadas e quilts...





Numa sequência de fotografias, da sua autoria, retrata a vida quotidiana de mulher artista/empresária e mãe de 6, com lindíssimas imagens, algumas no interior da sua casa, verdadeiramente inspiradoras!





19 de janeiro de 2010

sometimes of the land

Ainda não tenho os móveis mas alguns quadros já vêm a caminho, da Austrália.


Catherine Campbell

mudança

Tinha ficado assente que o quarto sobrante lá em casa seria transformado num espaço de lazer e trabalho para os meninos mas faltava-me inspiração.

Confrontada com um (em mim) estranho impasse decisório quanto à decoração do espaço, e depois de meia dúzia de visitas ao IKEA e antiquários da zona, resolvi procurar ideias frescas e originais na net:


design is mine


ohdeedoh




fffound




little birds


little birds

A última fotografia tem um pequenino objecto (adivinham o que é?) que me remeteu para outras divagações:


alvhem







Este - estranhamente longo - processo foi útil para perceber:
que adoro branco com azul, vermelho com turquesa, e coral com verde seco;
que adoro cadeiras vermelhas, papel/tecido na parede, e objectos de desejo/recordações/inspirações, na parede;
que também eu preciso de um espaço de lazer e trabalho...

17 de janeiro de 2010

14 de janeiro de 2010


Porque a minha amiga T. decidiu explorar o seu talento para coisas bonitas e porque hoje, em Lisboa, durante 30 segundos, cheirou a Primavera, lembrei-me de mostrar aqui as almofadas que fiz em Maio, e que hoje habitam o quarto de uma Mafaldinha de 5 anos.

Os tecidos vieram da Retrosaria e da Casa Éden, uma loja maravilhosa já desaparecida da Rua do Souto, em Braga.


12 de janeiro de 2010


Encantada, observei a satisfação com que a minha filha, sonolenta no seu novo colchão, constatou que era como uma princesa numa cama de conto de fadas. Como uma coisa tão prosaica pôde levar a tantas revelações.