30 de setembro de 2011

aurora

1 comentário:

Anónimo disse...

É que mais aprecio em Lisboa: a tonalidade das casas, a luz e as cores do céu.