28 de março de 2011

Feira de velharias de Braga

Nunca desilude. É impossível ir e não ficar de olho em alguma coisa ou até mesmo cair, aqui e ali, em tentação... foi o que me aconteceu com uns catálogos de tecidos de algodão e de tintos. Os tecidos são da Empresa Têxtil Eléctrica, Lda. que, segundo apurei, foi fundada em 1905, em Bairro (Famalicão), sendo umas das primeiras a utilizar, de raiz, a hidroelectricidade a partir de uma central no rio Ave. Curiosamente, o grupo empresarial têxtil a que pertencia acabou, por esta razão, a desenvolver a sua actividade na indústria hidroeléctrica, no Minho.

Estes não são para cortar....

Os outros dois catálogos são de tintos para tecidos e linhas a que não resisti pelas belíssimas cores. A J. R. Geigy existiu desde meados do século XIX, na Suiça, dedicando-se à actividade tintureira e ao cultivo de plantas tintureiras. Constituiu-se formalmente em 1901, mudando o nome para J. R.Geigy Ldt em 1914. Um dos seus químicos ganhou o Prémio Nobel. Depois de fusões, é actualmente a farmacêutica multinacional Novartis.
O primeiro é para sedas e o outro, para algodões.


E, claro, com tanta sorte, ainda encontrei um grande saco de retalhos, todo feito com flanelas axadrezadas, por 1€ porque não aceitei que fosse oferecido. Gente boa. 




2 comentários:

Alexandra Durão disse...

Tantos achados fantásticos! Tenho de passar por essas feira, a daqui não oferece grande variedade, é à escala da localidade! :-)

Isabel Marques disse...

que achado maravilhoso!